23 / 04 / 2021 - 08h51
Nomadland do Brasil: como vivem os brasileiros que moram em carros, peruas e ônibus

Gilmar, Nilcéia, Giovane, Guilherme, Gustavo, Tiago, Cauê e Brian vivem em motorhome na zona leste de São Paulo — Foto: Marcelo Brandt/G1

Um ônibus escolar modelo antigo, uma perua estilizada repleta de cobertores e um motorhome em reforma ocupam uma rua no centro de São Paulo. Eles são o veículo e a casa do reciclador João e seus 10 cachorros, do casal Geraldo e Eliane e da família Bráz, composta por Gilmar, Nilceia e seus seis filhos.

A vida sobre rodas pode ser glamourosa em uma ponta, vivida por pessoas que “largam tudo” para fazer turismo de aventura.

Mas na outra ponta, a residência sobre rodas é a única alternativa para quem não tem emprego e nem condições de pagar aluguel em grandes centros urbanos.

Essa realidade é o motor do filme "Nomadland", favorito para vencer o Oscar 2021 neste domingo (25). Ele mostra idosos que vivem em veículos nos EUA. Sem emprego ou aposentadoria, eles saem em seus trailers em busca de trabalhos temporários e acabam criando uma rede de solidariedade.

Ainda não há estatística oficial sobre quantas pessoas moram em carros, peruas ou ônibus no Brasil, segundo as três secretarias nacionais que poderiam cuidar disso: Infraestrutura (que cuida de transportes), Desenvolvimento regional (habitação) e Cidadania (programas sociais do Governo Federal).

 



Publicidade