26 / 07 / 2020 - 10h42
Hospital Regional Justino Luz alcança a marca de 100 pacientes recuperados da Covid-19

O Hospital Regional Justino Luz em Picos, no centro-sul do Piaúi, comemorou a recuperação da 100ª paciente a ser tratado com sintomas da Covid-19. Maria Francisca Veloso, 57 anos, recebeu alta neste sábado, 25 de julho de 2020, após cinco dias internada para tratar a doença. 

Uma torcida do bem, mais que organizada para festejar esse marco. Maria Francisca, emocionada agradeceu aos profissionais envolvidos na sua recuperação.  “ Estou saindo do Hospital Regional Justino Luz com saúde e agradeço a Deus e os enfermeiros, médicos e todo mundo. Aqui nos fomos bem cuidados, bem tratados e não faltou nada. Vou para casa e com fé em Deus não vai mais acontecer nada não ”, diz a paciente em vídeo gravado por profissionais da saúde que acompanharam o momento. Maria é da cidade de Sussuapara, distante  13 km de Picos. 

Para a diretora geral, Samara Sá é sempre louvável acompanhar a evolução de cada paciente principalmente daqueles que estão contaminados pelo novo coronavírus. "É imensa a nossa alegria a cada alta hospitalar que temos no HRJL, esse é o nosso grande objetivo. A Covid19 é uma doença que não se tem receita pronta para tratamento, mas seguimos adotando os protocolos Estaduais(SESAPI) e nacionais(MINISTÉRIO DA SAÚDE), e com  isso a cada dia, mais vidas estão sendo salvas”, comemora Samara Sá. 

Durante os quatro meses de pandemia, o Hospital Regional Justino Luz atendeu até o momento 185 pacientes no setor para Síndrome Respiratória Aguda Grave-SRAG, inclusive a covid-19. Desse total, 42 pessoas de Picos e região não resistiram e morreram em decorrência da covid, outros 40 testaram negativo para a doença e 103 saíram recuperados. 

Hoje o hospital conta com 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI só no setor de SRAG e 35 leitos de enfermaria. O empenho das equipes de profissionais do setor e o protocolo no uso das medicações é o sucesso na recuperação dos pacientes como explica o diretor técnico, Tércio Luz. “Essas 103 altas do nosso hospital só reforça a qualidade da assistência da equipe multiprofissional desde a entrada do paciente no pronto socorro onde recebe os primeiros cuidados até os setores mais críticos como o de medicina intensiva. Reforçam-se também as educações continuadas dos profissionais de saúde em relação aos cuidados com o doente e ao uso de tratamentos individualizados para cada caso que mostram a competência e o preparo do hospital para lidar com pacientes mais graves principalmente de uma doença ainda nova.”

Outro que comemorou emocionado a sua saída do hospital foi o seu Alberto Alves Batista, 79 anos, para ele os cuidados recebidos durante o período de internação não tem como agradecer, em um vídeo mostra ele deixando o hospital e muito emocionado agradecendo a todos. “Vocês aqui para mim, foram pai e mãe, glória a Deus, obrigado! As pessoas que falam mal de vocês aqui são uns perversos. Fiquem com Deus, que ele abençoe todos,” agradeceu o paciente.

 

Fonte: Ascom HRJL



Publicidade